Thursday, 31 July 2008

There will be no full access to Madeleine's investigation files

Some informations” in the investigation files, concerning Madeleine McCann disappearance, will remain under secrecy law, the Public Prosecutor's Office (Procuradoria-Geral da República) confirmed today. A request to keep some specific information confidential was made and the judge in charge of the case, Mr. Pedro Frias, accepted the request and declared those informations to remain under secrecy law, a spokeswoman from Procuradoria-Geral da República confirmed. Those “informations are not considered evidence”, the spokeswoman added. It was not possible to know who has made the request.

Duarte Levy and Paulo Reis

Version Française

11 comments:

Anonymous said...

Mau mau maria!
...
Será que é a lista de pedófilos britânicos a residir no ALLgarve?
...
Ou será que é o sniff do Eddie e da Keela?
...
hummmmm

Anonymous said...

“Some informations” and.."A request to keep some specific information confidential was made and the judge in charge of the case, Mr. Pedro Frias, accepted the request and declared those informations to remain under secrecy law, ....."
*****

We are very curious...

Will be to proceed the investigation?
Very good to be truth....

Or,someone had afraid the public know those specific informations.

Why? Will be very personal? Shame?
Dirt?
*****

Good morning,all days!
All the best!

S./O.

Anonymous said...

Triste,muitissimo triste:

...." Estão em liberdade porque o novo Código de Processo Penal reduziu os prazos de prisão preventiva, sem que chegassem ao tribunal os exames médicos.

A edição de hoje do jornal 'Correio da Manhã' dá a conhecer mais este caso de maus-tratos e abusos cometidos sobre crianças. "
**************************
Isto é por cá.

Anonymous said...

Política:

Do DN-..."AMIGOS CONTRA BROWN NOS JORNAIS


Manuel Queiroz
jornalista

jo said...

Hence they long faces on the night of the 21srt because they already knew it.Not a surprise,really
Anyhow,I am surprised you did not provide a link from the portuguese press.Do you have one,please?
Keep in mind that I am not implying anything as I love reading your articles, blog and comments
thank you

Cláudia said...

Very interesting, Paulo! ;-)
'See' you soon! :-)

Paulo Reis said...

Jo,

You said: "Anyhow,I am surprised you did not provide a link from the portuguese press." There is no link in any Portuguese newspaper. This story is a "scoop" from us (me and Duarte Levy). I contacted the Press Office of Public Prosecutor's Office, asked the questions and got those answers, after we find there was a request to keep part of the files under Secrecy Law

Paulo Reis

jo said...

Paulo
Thank you for your answer.
I guessed more or less this was the case.Journalists work
This information is extremely interesting.This is not a spin
We had a week full of it while other much more real issues are dealt with behind the eternal smoke screen
This is the reason why Stuart Prior was in Portugal before the lifting of their status: to discuss what could be or not disclosed because the case is far from being closed...merely put in tow.
They cannot digest it."Not a day for celebrations"they said.Not one day was a day for celebration since Madeleine "vanished" into thin air,no...

Anonymous said...

Bem,de manhã pensei várias coisas;agora,poderei pensar que essas tais informações ESPECÍFICAS CONFIDENCIAIS serão para impedir o acesso a Profissionais da Informação. Dá para pensar tudo.

****

All the best!

Anonymous said...

Esta infelicissima notícia vem de Espanha,e foi publicada no semanário Sol. Agora comparem as atitudes , podem dizer que são espanhóis e estavam no seu País.Mas , na minha opinião,é isto mesmo que se deve fazer, enfrentar a desgraça , dar tudo por tudo e enfrentar depois o irremediável.E viver a vida com desespero,infelizmente.

O recém-nascido tinha um irmão gémeo, julgando o pai que ambos estavam junto da mãe noutra viatura.

Com 25 dias, o bebé faleceu na última madrugada em Olot, município da província de Girona, Espanha, depois de o pai guardar a alcofa em que o bebé permanecia dentro da viatura.

Segundo avança o El País, tudo aponta para que este acidente se deva a um descuido do pai, tendo já sido prestadas as devidas declarações à polícia espanhola da comunidade da Catalunha – pelos progenitores.

Tudo ocorreu por volta da meia-noite, altura em que o pai guardou a alcofa no automóvel.

Chegados ao destino, depois de uma viagem de menos de uma hora até La Garrotxa, onde a família vive, o pai apercebeu-se de que o recém-nascido já se encontrava inconsciente na alcofa.

Foi levado de imediato ao Hospital Sant Jaume de Olot, onde chegou depois da meia-noite, mas os médicos apenas puderam declarar o óbito.

Não foi feita qualquer detenção pela polícia, assegurando de que não existem indícios de qualquer acto de criminalidade, tratando-se antes de «uma fatalidade», «uma terrível desgraça».

Por outro lado, elementos do Departamento de Acção Social e Cidadania espanholas referem-se a esta família como estruturada e «perfeitamente socializada», não estando a ser seguida pelos serviços sociais nem pela Direcção Geral de Cuidado à Infância e Adolescência (Dirección General de Atención a la Infancia y la Adolescencia, DGAIA).

Com o sucedido, a DGAIA não retirou aos pais a tutela do irmão do bebé, ainda que um assistente social esteja a estudar o ambiente familiar para determinar se os progenitores reúnem as condições necessárias para cuidar do bebé.

Em todo o caso, do mesmo modo que a polícia, os serviços sociais definem este caso como um «trágico acidente», de acordo com as primeiras informações de que dispõem.

Foi pedido pelos serviços para que se aborde o tema com «cautela», até que se encontrem em posse dos resultados definitivos da investigação.

Pedro Rainho com El País
***************+++++++++++++++
Há comentários.Diferentes da minha opinião.Quem entender pode ler no jornal.
As pessoas já pensam em tudo.

Anonymous said...

hummm, again...
request by whom ? is that info covered by secrecy also ?
(must update my knowledge about these procedures)